Comércio entre a China e países de língua portuguesa cresce 29,4% em 2017

As trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa cifraram-se em 117,58 mil milhões de dólares em 2017, valor que representa um aumento homólogo de 29,40%, de acordo com dados oficiais chineses divulgados pelo Fórum de Macau. As exportações da China para os oito países de língua portuguesa cresceram 23,2% para 36,57 mil milhões de dólares e as importações aumentaram 32,18% para 81,00 mil milhões de dólares, fazendo com que a China tenha registado um défice comercial … Leia mais…

Grupo Sonae investe no retalho em Moçambique

Grupo Sonae investe no retalho em Moçambique, associado à Satya Capital, fundo privado liderado por Mo Ibrahim, o empresário britânico-sudanês das telecomunicações, para a compra da cadeia de supermercados moçambicanos Extra. A notícia foi avançada pelo jornal digital Zitamar News, que dá conta de que o negócio será feito através da S2 Africa, empresa criada em maio de 2014 pela Satya Capital em parceria com a Sonae. Em causa está uma rede de supermercados – 25 segundo as últimas informações disponíveis, … Leia mais…

Portuguesa Adicional Logistics aposta em Angola e Moçambique

A Adicional Logistics, empresa portuguesa de logística e correio expresso, quer expandir a operação em Angola e Moçambique, aumentando para dois milhões o volume de negócios com origem no mercado externo. Prevê fechar este ano com 50 milhões de euros de faturação, valor acima dos 43 milhões obtidos o ano passado. “Angola é uma operação ainda em fase de preparação”, diz João Carriço, CEO da Adicional Logistics, ao Dinheiro Vivo. O ano passado a empresa enviou dois representantes, tendo feito … Leia mais…

Transporte Aéreo e Moçambique : Regulador espera saída da 'lista negra' da União Européia em 2016

O presidente do Instituto de Aviação Civil de Moçambique afirmou que o país espera sair da ‘lista negra’ do espaço aéreo europeu em 2016, assinalando que cumpriu a maior parte dos requisitos que levaram ao seu banimento. “Houve um grande desenvolvimento em recursos humanos, em infraestruturas, em equipamentos, mas, logicamente, ainda não atingimos o pretendido. O desejável é que tenhamos 60 por cento de realização e estamos a caminho disso, e esperámos que em 2016 possamos sair da lista negra”, … Leia mais…

Privatização: Moçambique prepara-se para vender mais de metade das suas empresas estatais

O Instituto de Gestão das Participações do Estado de Moçambique (IGEPE), que gere as acções do Estado no sector empresarial, anunciou hoje a venda ou liquidação de 70 das 113 empresas públicas por falta de sustentabilidade. O IGEPE afirmou que pretende alienar as firmas que se têm mostrado economicamente inviáveis durante o Conselho Consultivo da instituição, que se realizou hoje em Maputo. “Decorre a finalização do processo de alienação ou liquidação de 70 das 113 empresas participadas pelo Estado, uma … Leia mais…

Nors entra no mercado moçambicano em 2014 4 e reforça participação em Angola

O Grupo Nors, antigo Auto Sueco, vai entrar no mercado moçambicano já no próximo ano e vai reçorçar a sua presença em Angola. A empresa vai iniciar operações em Maputo, Tete e Nacala, aposta que representará um investimento de cerca de 3,5 milhões de euros. O grupo que comercializa automóveis, camiões e equipamento de construção investiu recentemente cerca de 18 milhões de euros em Angola e vai continuar a consolidar a sua presença no país reforçando a sua participação no … Leia mais…

Porto de Maputo movimentou 19 milhões de toneladas em 2014

O porto de Maputo terminou 2014 com um total de 19 milhões de toneladas de carga movimentadas, um crescimento de 13% face ao período homólogo. De acordo com Osório Lucas, diretor executivo da Companhia de Desenvolvimento do Porto de Maputo, 2014 ficará também marcado pela conclusão das fases 3 e 4 da recuperação e ampliação das bancas de ferro-crómio, um dos minérios que a África do Sul exporta para o mercado asiático a partir de Maputo. Para demonstrar a importância … Leia mais…

Moçambique aposta na exploração do Gás Natural

Nuno Remane mal consegue esconder o seu entusiasmo quando aponta para a maqueta de “Palma, Cidade do Gás”. Esta nova área metropolitana terá 18 mil hectares e vai acomodar 250 mil pessoas, uma fábrica de produção de Gás Natural Liquefeito (GNL) e um conjunto de indústrias de energia intensiva, assim como campos de golfe, centros comerciais e hotéis. Aquilo que à primeira vista pode parecer um projecto imponente no deserto do golfo de Moçambique – uma região rica em petróleo … Leia mais…

Moçambique e Angola entre os países africanos a sul do Saara que mais vão crescer até 2023

Moçambique é o país da África a sul do Saara que mais vai crescer na próxima década, prevê a consultora Business Monitor International no relatório sobre os “African Lions”, que inclui também Angola na lista dos dez países mais promissores. No relatório, os consultores britânicos estimam que o Produto Interno Bruto da África a sul do Saara cresça, em termos reais, a uma média de 5,5% ao ano até 2023, o que contrasta com os 5,4% da Ásia e Pacífico … Leia mais…

Vale reduzirá fatia em projeto de Moçambique

A Vale deverá anunciar até o fim do primeiro semestre de 2014 a venda de metade da fatia de 70% no corredor logístico de Nacala, em Moçambique. “Estamos em tratativas concretas em relação ao parceiro para o corredor Nacala”, disse o presidente da mineradora, Murilo Ferreira, ao comentar os planos de desinvestimento da companhia. Nacala é a infraestrutura logística da operação moçambicana de carvão da Vale e engloba um corredor ferroviário de 912 quilômetros e porto para escoar a produção … Leia mais…