programacao visual armazem

Programação visual dos armazéns e almoxarifados

Em um artigo anterior abordei a questão da arrumação do armazém ou almoxarifado. Hoje vou tocar em outro ponto importante, a programação visual  e identificação. Parodiando a “Mulher de César” não basta estar organizado tem que parecer estar organizado e a programação visual é uma grande aliada neste sentido.

Algumas dicas de quem já fez vários projetos em ambientes logísticos:

  1.  Não saia fazendo. Estude detalhadamente o que vai entrar ou não no projeto.
  2. Se a empresa já tem manual de comunicação visual, o projeto deve seguir a mesma política. Se não tem, pense em eventuais futuros conflitos e discuta os pontos sensíveis com os demais usuários-chave.
  3. Não improvise, busque apoio de profissionais de marketing e programação visual e de logística. O resultado final compensará o tempo e custo adicionais em comparação com a uma solução improvisada e caseira.
  4. Lembre-se de identificar os principais setores, as ruas, prateleiras e posições de armazenagem.
  5. Evite anotações e papéis colados pelas paredes. Preveja quadros para as orientações obrigatórias como as de segurança do trabalho e outras pertinentes ao seu tipo de operação.
  6. Preveja também quadros para avisos, escalas de trabalho (se for o caso), gráficos com KPIs e outros indicadores operacionais. Hoje muitas empresas usam monitores digitais pois ocupa menos espaço e permite um uso mais criativo e dinâmico.
  7. Lembre-se dos equipamentos de segurança como extintores, saídas de emergência, video monitoramento.
  8. Equipamentos como carrinhos, paleteiras e escadas devem ter um local adequado para cada um deles e devidamente sinalizados.
  9. Se houver locais com acesso restrito no armazém, sinalize de forma clara.
  10. Da mesma forma se houver locais em que houver obrigatoriedade de uso de equipamentos de proteção individual, luvas, toucas ou vestimentas específicas, eles devem estar devidamente identificado.
  11. O piso deve estar sinalizado com áreas de circulação, eventuais pulmões para estoques sazonais e áreas de trabalho como recebimento, expedição, quarentena e devoluções.
  12. Por fim, sinalize áreas de apoio como sanitários, vestiários e copas.
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe um comentário