O segredo dos hiperprodutivos é mais simples do que você imagina

Quando escrevi o livro “Administração do Tempo Produza Mais e Seja Feliz” eu acreditava que saber escolher o que fazer (e o que não fazer) do seu tempo era a chave da Produtividade e Felicidade. E via muitos integrantes da minha equipe confusos como organizar seu tempo e estabelecer suas prioridades. E havia o mito do multitarefas e valorização excessiva de quem estava sempre respondendo rapidamente seus e-mails. Como se o mundo coubesse dentro do Outlook!!

Hoje vejo que muitos autores seguem a mesma linha. Reproduzo um artigo que li no Portal Exame que tem a mesma abordagem talvez até de uma forma mais direta. Boa leitura!

Na contramão do que muita gente pensa, um profissional altamente produtivo não é o que resolve um grande número de tarefas em pouco tempo; na verdade, é aquele que sabe selecionar as poucas atividades que merecem sua atenção — e não desiste até que estejam concluídas.
Entender essa diferença conceitual é o primeiro passo para alavancar o seu rendimento e ter sucesso em um mercado de trabalho cada vez mais exigente, explica Brian Tracy, especialista em administração do tempo e autor do best-seller “Comece pelo mais difícil” (Sextante, 2017).

Em entrevista exclusiva a EXAME.com, ele afirma que só 10% das tarefas são responsáveis por 90% dos resultados. Todo o resto é irrelevante e pode ser delegado ou eliminado. “O seu rendimento vai dobrar ou até triplicar se você se dedicar exclusivamente às suas prioridades”, diz o especialista. Precisa de inspiração? A Mandaê traz 8 frases que irão ajudar na sua produtividade Patrocinado 

Tracy não acredita em multitasking, defende que o uso da tecnologia seja regulado pela autodisciplina e diz que a palavra-chave quando se fala em gestão do tempo é “consequência” — isto é, que uma atividade só merece ser executada se tiver efeitos a longo prazo.

Clique aqui e confira a seguir os principais trechos da conversa com o autor norte-americano com o Portal Exame.com

Fonte: Portal Exame

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe um comentário