Futuro da Logística – A conectividade via Celular

A tecnologia está migrando para o celular

Os usuários estão cada vez comprando mais pelo celular.

E os aplicativos de transporte estão migrando também para os celulares.

Neles se agendam fretes reduzindo o tempo e os custos de agenciamento.

Nos aplicativos se registram os dados do roteiro ou viagem e das entregas com fotos das assinaturas do recebedor ou do local onde não foi possível a entrega.

Algumas destas soluções permitem roteirizar as entregas, reduzindo trajetos e aumentando a produtividade.

São ferramentas importantes que só se tornaram viáveis com a integração de dados, gps e mapas digitais a custo acessível tanto do smartphone quanto dos planos de dados via celular.

Elas permitem o planejamento das entregas nos grandes centros e gerar rotas alternativas a partir dos problemas ocorridos no trânsito.

A 99 a partir de aplicativo de sua controladora chinesa Didi lançou no último trimestre do ano passado, o Índice 99 de Tempo de Viagem (ITV 99) para monitorar os congestionamentos das grandes cidades e começou por São Paulo.

Na foto, o aplicativo da Didi na China que mede o índice de trânsito em grandes cidades.

No Brasil, operadores logísticos lançaram ou vão lançar novas versões que interagirão com os seus clientes, mantendo-os informados sobre o trajeto e previsão de horário de entregas e em caso de problema de um ou outro lado reagendar a sua entrega ou até mesmo indicar um local alternativo onde o destinatário deseje retirar sua encomenda.

Com o passar do tempo irá gerar uma massa significativa de dados que ao serem analisadas possibilitará a criação de uma inteligência de mercado que terá um valor significativo a partir da análise de tais informações, permitindo oferecer novas alternativas logísticas e ao conhecer melhor seus usuários vender mais e a um custo cada vez menor.

Para saber mais sobre a série “Futuro da Logística” clique aqui.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Futuro da Logística – A conectividade via Celular

Deixe um comentário