Futuro da Logística – Energia Limpa

Nos países desenvolvidos, os Operadores Logísticos estão usando cada vez mais veículos elétricos ou híbridos que evoluíram muito no que se refere a autonomia (até 1.000 km) e com redução o do tempo de recarga das baterias.

Além da sustentabilidade ambiental ainda há vantagens com a redução dos gastos com diesel um dos principais itens na planilha de custos do transporte (sustentabilidade econômica).

Alguns estão usando bikes adaptadas com compartimento de carga ou triciclos ou terceirizando parte de suas entregas para empresas especialistas neste transporte “limpo” como a Stuart na Europa e a Courrieros aqui no Brasil.

Aliás elas chamaram tanto a atenção que muitas delas já receberam aportes de fundos de investimentos ou de grandes empresas para ampliaram suas operações.

Todos de olho na demanda por redução de emissão gases e CO2. Por aqui isto está muito atrasado, mas este movimento vai chegar e tomara que não demore muito para o bem do Brasil.

Aliás, operadores logísticos se preocupam também com o uso de energia solar e éolica nos seus armazéns e de desenvolver sistemas de captação de chuva e reaproveitamento d’água. Algumas das ações necessárias para obter o selo de “Prédio Verde” uma das certificações que demonstram a preocupação com a preservação do meio ambiente. Existem outras importantes ações para obter tais certificações.

Para saber mais sobre a série Futuro da  Logística, clique aqui.

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Um comentário sobre “Futuro da Logística – Energia Limpa

Deixe um comentário