Custos Logísticos no Brasil

Os custos logísticos no Brasil equivalem a mais de 10% do PIB do País, com forte influência da atividade de transportes. Esses gastos representam cerca de 10% do faturamento das empresas brasileiras e são impactados pela eficiência na gestão das empresas e pelas ações governamentais que afetam a movimentação das cargas e as trocas comerciais.

Esta conclusão chegou o Instituto ILOG em seu recente estudo setorial Panorama ILOS “Custos Logísticos no Brasil – 2016”que  traz informações de extrema importância para os gestores que buscam entender os custos logísticos do Brasil e das empresas que atuam no País. As análises permitem a comparação dos custos nos diferentes modais de transporte, além dos custos com estoque e armazenagem.

O estudo faz um comparativo dos modais entre Brasil e Estados Unidos para verificar a eficiência da matriz de transportes dos dois países:

ILOS1

 

O relatório está dividido em duas partes. A primeira contempla o aspecto macroeconômico dos custos logísticos do Brasil, onde são analisados os custos de transporte, estoque, armazenagem e administrativo, tendo como referência o PIB do País. Já na segunda parte é apresentado o aspecto microeconômico dos custos logísticos, discutindo os resultados da pesquisa realizada junto a grandes empresas industriais atuantes no mercado nacional.

Nesta parte é possível identificar, entre outros pontos, a representatividade dos custos logísticos em relação à receita das empresas, detalhados por setor da economia, além de alguns indicadores de desempenho.

Aproveite este artigo e reflita sobre os custos logísticos de sua empresa. Como reduzir custos sem prejudicar a qualidade de seus produtos? Como torná-la mais eficiente?

Fonte: Instituto ILOS

 

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe um comentário