Angola recruta em Portugal

Na última década centenas de portugueses altamente qualificados rumaram a Angola em busca de uma carreira. O país que tem vindo a registar níveis de crescimento económico estrondosos, prevendo o FMI que supere mesmo a China no próximo ano, tem falta de profissionais qualificados em várias áreas e sectores de atividade e está disposto a pagar bem para suprir esta necessidade.

Portugal e Angola mantêm há muito uma relação de proximidade. Nos últimos anos, fruto do estrondoso crescimento económico do país muitas empresas portuguesas abriram os seus mercados ao território Angolano. Um fluxo que se fez acompanhar do aumento de profissionais portugueses a trabalhar em Angola. Com feito, o país possui uma manifesta carência de quadros técnicos qualificados que tem procurado colmatar recrutando no estrangeiro. Engenheiros, arquitetos, advogados, profissionais de saúde, gestores, professores, informáticos, financeiros e um sem número de outros perfis profissionais portugueses estão a investir neste mercado cujo potencial de crescimento é incalculável.

Segundo dados do Consulado Português em Angola há cerca de 91.900 cidadãos lusos registados naquele país, mas ninguém sabe ao certo quantos lá trabalham efetivamente. Entre 2009 e 2010, os registos consulares indicam um crescimento de 17.300 portugueses no território. Independentemente dos números, a realidade é que o investimento das empresas portuguesas em Angola e a boa relação entre ambos os países tem aberto as portas da oportunidade aos profissionais portugueses que aspiram a uma carreira além-fronteiras.

Clique aqui para ver o artigo publicado no Jornal Expresso PT

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Deixe um comentário